Suzano revela novo Propósito organizacional e reforça conexão com a sustentabilidade e o futuro

53
Com o tema “Renovar a vida a partir da árvore”, a companhia apresenta a matéria-prima renovável como caminho para a regeneração e oxigenação do planeta

Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos, revela ao mercado o seu novo Propósito organizacional: “Renovar a vida a partir da árvore”. O conceito é resultado de um trabalho de mais de um ano, que ouviu cerca de 3.500 pessoas incluindo colaboradores da companhia e diferentes públicos externos. Ele reafirma o protagonismo da Suzano no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras tendo a árvore como parte das soluções para os atuais desafios da sociedade.

“Vemos a necessidade de um novo movimento de regeneração e oxigenação do planeta. E encontramos nas árvores a melhor resposta a esses anseios do mundo atual, preocupado com as mudanças climáticas, a escassez dos recursos naturais, a perda de biodiversidade e o aumento da desigualdade social”, diz Walter Schalka, presidente da Suzano.

Diante do risco de esgotamento dos recursos naturais, cresce a necessidade de soluções alternativas a partir da árvore, um recurso renovável que é capaz de gerar, hoje, novas fontes ambientalmente corretas para a sociedade e que possam contribuir, por exemplo, para a redução significativa do uso do plástico e de outros produtos de origem fóssil.

O olhar para o futuro do novo Propósito está também no reforço do conceito forte-e-gentil, que apresenta o equilíbrio entre a busca por resultados e a maneira com a qual a Suzano se relaciona com seus diversos públicos. Orientada sempre pela certeza de que o mundo que queremos depende do que fazemos e, também, do jeito como fazemos, buscando ser melhores a cada dia.

“’Renovar a vida a partir da árvore’ conecta a Suzano à sociedade atual, cada vez mais preocupada com seus hábitos de consumo e com o mundo que deixaremos para as próximas gerações. Ao mesmo tempo, está conectado a todos os stakeholders que identificam na Suzano um agente de transformação em direção a um mundo mais sustentável”, afirma Marcela Porto, Head de Comunicação e Marca da companhia.

O Propósito da Suzano, desvendado após a fusão que criou uma das maiores empresas globais com atuação pautada pelo uso sustentável dos recursos naturais, está diretamente vinculado às metas de longo prazo da companhia. Entre os objetivos traçados até 2030 estão a remoção de 40 milhões de toneladas de carbono da atmosfera, a oferta de 10 milhões de toneladas de produtos de origem renovável para substituir o uso de plástico e derivados do petróleo e a exclusão de 200 mil pessoas do grupo que cidadãos e cidadãs que se encontram abaixo da linha da pobreza.

O novo Propósito segue também um importante avanço na estratégia ESG (Environmental, Social, and Corporate Governance) da Suzano, que conquista cada vez mais reconhecimento internacional. Almejando protagonizar um movimento em direção a um futuro mais sustentável, a Suzano tornou-se a segunda companhia do mundo e a primeira das Américas a emitir títulos sustentáveis (Sustainability-linked bonds), totalizando US$ 1,25 bilhão em empréstimos atrelados ao cumprimento de metas ambientais.

A Suzano mantém aproximadamente 1,5 milhão de hectares de área plantada e 970 mil hectares de áreas preservadas e planta aproximadamente 460 mil mudas por dia, incluindo eucalipto e árvores de mata nativa. A partir desses números, a Suzano reforça sua crença no papel da árvore no processo de regeneração e oxigenação do planeta.

Clique aqui e veja o vídeo do Propósito da Suzano.

Sobre a Suzano

           A Suzano é referência global no uso sustentável de recursos naturais. Como líder mundial na fabricação de celulose de mercado e uma das maiores fabricantes de papéis da América Latina, exporta para mais de 80 países e, a partir de seus produtos, está presente na vida de mais de 2 bilhões de pessoas. Com dez fábricas, além da joint operation Veracel, possui capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano. A empresa investe há mais de 90 anos em soluções inovadoras a partir do plantio de eucalipto com o objetivo de substituir matérias-primas de origem fóssil por fontes de origem renovável. A companhia, resultante da fusão entre a Suzano Papel e Celulose e a Fibria, orgulha-se de sua equipe, composta por mais mais de 35 mil colaboradores diretos e indiretos, e destaca-se por ter os mais elevados níveis de Governança Corporativa da B3 (Brasil) e da NYSE – New York Stock Exchange (Estados Unidos), mercados onde suas ações são negociadas. Para mais informações, acesse: www.suzano.com.br

COMPARTILHAR