Governo e Suzano avaliam andamento do Projeto Cerrado, que recebe R$ 14,7 bilhões de investimentos

27
Nova fábrica de celulose da Suzano deve entrar em operação no primeiro trimestre de 2024

Com R$ 14,7 bilhões de investimentos até 2024, a construção da nova fábrica de celulose da Suzano em Ribas do Rio Pardo segue a todo vapor. Nesta quarta-feira (1°), a diretoria do grupo recebeu comitiva do governador Reinaldo Azambuja no canteiro de obras na BR-262 para avaliar o andamento do Projeto Cerrado, como foi batizada a indústria.

“Ribas do Rio Pardo vive um crescimento econômico com a instalação dessa fábrica, que vai gerar até 10 mil empregos diretos durante as obras e outros três mil depois do início da operação, no primeiro trimestre de 2024. A cidade está em um momento importante e, para absorver todo esse investimento, vamos continuar estruturando as áreas de infraestrutura, segurança, saúde, habitação e educação”, afirmou Reinaldo Azambuja.

A construção da nova fábrica no município teve início em maio deste ano. Para a implantação do empreendimento, uma série de compromissos foram assumidos pelo Governo do Estado e pela Suzano, como explicou o secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

“Este é o maior investimento que estamos recebendo no Mato Grosso do Sul, e temos dado continuidade à gestão desse projeto. Compromissos da Suzano e do Governo do Estado estão sendo cumpridos, como a priorização da contratação da mão de obra e de fornecedores locais, e também de qualificação. A ideia é que essas oportunidades de trabalho possam ser utilizadas pelas pessoas daqui. Por parte do Governo, temos acordo para estruturação de rodovias, pontes, hospital e também da segurança pública”, destacou Jaime Verruck.

O secretário estadual de Infraestrutura, Eduardo Riedel, detalhou investimentos na cidade. “Recentemente, abrimos a licitação para obras na rodovia MS-338, que liga Ribas do Rio Pardo a Camapuã. Também vamos investir no acesso a Bandeirantes, pela MS-245. Desde o começo da gestão já foram investidos mais de R$ 90 milhões em Ribas e a intenção é ampliar os atendimentos para esta cidade que hoje é o polo de desenvolvimento do nosso Estado”, ressaltou Eduardo Riedel.Também participaram da reunião administrativa no canteiro de obras da Suzano em Ribas do Rio Pardo os secretários Antonio Carlos Videira, da Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública) e Sérgio de Paula, da Casa Civil. Além deles, o comandante-geral da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, Marcos Paulo Gimenez.

Bruno Chaves, Subcom
Fotos: Chico Ribeiro

COMPARTILHAR