Operação prende quatro por tráfico e encontra até ouro avaliado em R$ 55 mil

45
Materiais apreendidos na operação. (Foto: Divulgação Polícia Civil)

Operação da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul prendeu quatro pessoas pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, lavagem de dinheiro e crimes patrimoniais como receptação e furto. Na casa de um dos presos havia 172 gramas de ouro, avaliada em R$ 55 mil.

A operação “Casa de Papel” começou hoje com objetivo de cumprir dois mandados de prisão e nove de busca e apreensão em Ivinhema, a 282 Km de Campo Grande. Durante as ações, ainda foram apreendidos cinco veículos automotores e um imóvel de integrantes do grupo investigado.

No cumprimento dos mandados, outros envolvidos acabaram sendo presos em flagrante e dois adolescentes foram apreendidos.

O primeiro mandado de prisão preventiva foi cumprido contra um homem de 42 anos, investigado pelos crimes de tráfico de cocaína, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro. No local onde ele estava, a esposa, de 30 anos, também foi presa.

Os policiais apreenderam com eles uma arma de fogo calibre 38, marca Taurus, com 06 munições intactas; 100 gramas de haxixe; 430 gramas de cocaína; uma balança de precisão; uma prensa artesanal utilizada para o embalo de droga; aproximadamente 172 gramas de ouro avaliadas em R$55 mil reais; R$472 reais de dinheiro em espécie.

O segundo mandado de prisão foi contra um homem de 28 anos, que seria fornecedor de drogas em Ivinhema e durante o cumprimento de outros mandados de busca, uma mulher de 26 anos foi presa em flagrante por receptação e também dois adolescentes, um de 13 e outro de 16 anos.

Um foi fichado pelo delito de tráfico de drogas e o outro por portar drogas para consumo pessoal. Ambos foram liberados para os responsáveis legais após realização do procedimento previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente.

Operação – a operação faz referência ao apelido do alvo principal da ação conhecido pelos demais investigados pelo apelido de “Professor”, o qual foi preso preventivamente e autuado em flagrante pelos delitos de tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo.

Participaram da operação policiais civis lotados na Delegacia de Polícia de Ivinhema, Delegacia de Polícia de Angélica, Delegacia de Polícia de Batayporã, Delegacia de Polícia de Taquarussu, Seção de Investigações Gerais da Primeira Delegacia de Polícia de Bataguassu, Delegacia de Polícia de Santa Rita do Pardo, Primeira Delegacia de Polícia de Nova Andradina e Seção de Investigações Gerais – SIG de Nova Andradina.

COMPARTILHAR