Polícia Ambiental de Bataguassu autua irmãos por desmatamento ilegal em Santa Rita do Pardo

192
Imagens: PMA/Divulgação

Da Redação Santa Rita do Pardo News

Nesta ultima quinta-feira (3), depois de receber denúncias, um desmatamento ilegal em área protegida de reserva legal no município de Santa Rita do Pardo foi localizado, quando policiais da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Bataguassu realizaram fiscalização em uma fazenda, localizada a 4 km da cidade.

Uma mulher, de 67 anos, e seu irmão, de 65 anos, realizaram respectivamente a supressão ilegal de 1,51 e 1,07 hectares de vegetação nativa de cerrado, dentro de área protegida de reserva legal da propriedade a mais do que tinham autorização, dentro da mesma fazenda para cercar a divisa da propriedade herdada. Eles tinham AA-E (Autorização Eletrônica) do órgão ambiental, que é expedida diretamente no portal do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) para realizar o desmatamento na execução da cerca, que nesses casos de licença simples, é determinada a dimensão, porém, as quantidades foram excedentes às permitidas.

A infratora, residente em Santa Rita do Pardo, foi autuada administrativamente e foi multada em R$ 7.5500,00 e o infrator, residente em Presidente Venceslau (SP) foi autuado em R$ 5.350,00. Eles também responderão por crime ambiental com pena de um a três anos de detenção, agravada devido a infração ter ocorrido em área protegida por lei.

COMPARTILHAR