PMA fecha serraria ilegal e multa proprietário em R$ 11,4 mil

25
Imagens: PMA/Divulgação

Durante fiscalização ambiental em uma serraria no perímetro urbano de Nioaque, Policiais Militares Ambientais de Jardim localizaram, ontem (23), uma serraria ilegal e que também armazenava madeira sem o documento de origem expedido pelo órgão competente. A serraria não possuía o licenciamento ambiental obrigatório.

24 m³ de madeira nativa das espécies, Angico, Louro-preto, Ipê, Ximbuva, Sucupira e Canafístola, serradas e em toras, estavam no pátio da empresa e não havia a autorização ambiental de origem (DOF – Documento de Origem Florestal), que é o documento legal para se ter em depósito ou transportar qualquer produto florestal. A madeira foi apreendida e a serraria foi embargada.

O dono da serraria, de 65 anos, residente em Nioaque, foi autuado administrativamente e multado em R$ 11,4 mil. Ele também responderá pelos crimes ambientais de armazenamento de madeira ilegal, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção e por funcionar atividade potencialmente poluidora sem a licença ambiental, com pena prevista de três a seis meses de detenção.

COMPARTILHAR