Frigoríficos de MS somam mais de 1,8 mil casos de coronavírus – CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

16
Dipoa/SEAPDR

Campo Grande News

Os frigoríficos de Mato Grosso do Sul registraram 1.864 casos de pessoas contaminadas por covid-19, números que representam 9% dos mais de 19,6 mil casos confirmados até esta quinta-feira (23).

De acordo com o Ministério Público do Trabalho, os locais que registraram mais casos são JBS/Seara (1.093) e BRF (195), ambos em Dourados, Marfrig (204), Frizelo (118) em Caarapó, Brasil Global (109) em Guia Lopes da Laguna e Frango Bello (48) em Itaquiraí.

Também há registros nos frigoríficos Franca em Bonito, Agroindustrial em Iguatemi, Boibrás em São Gabriel do Oeste e Frigolon em Santa Rita do Pardo.

De acordo com o procurador Jeferson Pereira, desde março o Ministério Público do Trabalho monitora o cenário de perto na tentativa de minimizar os impactos da crise sanitária.

Também observa a dinâmica estabelecida nos frigoríficos durante a pandemia quem contribuem para o contágio, como ambientes fechados, temperatura controlada, regras específicas para renovação de ar e concentração de 2 mil funcionários, em média, por planta.

O procurador também destacou a colaboração de indústrias frigoríficas por meio da testagem massiva dos funcionários, incluindo os assintomáticos, e da destinação de recursos particulares para a compra de equipamentos de proteção individual, insumos alimentares e ampliação de leitos na rede pública de saúde, como forma de aplacar as consequências da pandemia.

COMPARTILHAR